Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Camarão com massa de arroz

por Paula, em 14.09.15

_MG_0044.JPG

Festival do Cinema Chinês está a decorrer em Lisboa, no Cinema Ideal e na Cinemateca Portuguesa - Museu do Cinema, até ao próximo dia 30 de Setembro.

 

Depois de ver o programa, fiquei com vontade de ir ver dois filmes: "Famílias Além das Nuvens" e, principalmente, "A Era do Ouro". Mas, como as sessões decorrem, ambas, hoje, não sei se conseguirei ir até ao Chiado para assistir à sua projecção. Por isso, se não conseguir ver agora, tentarei ver noutra altura. Ficam, se for o caso, no registo da lista de filmes para conhecer.

 

Em jeito de linha com o Festival que está a decorrer e em celebração da cultura cinematográfica, confeccionei este prato que liga as gastronomias oriental e portuguesa. O resultado agradou-me bastante.

_MG_0052.JPG

 

INGREDIENTES

300 g de camarão (sem casca)

100 ml de vinho branco

3 lombos de caranguejo, cortados em cubos

1 pimento vermelho, cortado em juliana

1 colher de sopa de alcaparras, picadas

2 dentes de alho, picados

2 colheres de sopa de molho de soja

Azeite q.b.

Sal e pimenta q.b.

1 colher de chá de molho picante

Salsa ou coentros picados q.b.

Massa de arroz q.b.

 

PREPARAÇÃO

Numa wok, dispor o azeite e o alho para que o primeiro aromatize. De seguida, adicionar o pimento e envolver. Depois, refrescar com o vinho branco e temperar com pimenta, o molho picante e uma pitada de sal (tendo em atenção que o molho de soja também é salgado). Adicionar metade da salsa picada, as alcaparras e regar com o molho de soja. Deixar apurar cerca de 5 minutos ou até o camarão estar cozinhado. Desligar o lume e finalizar com a restante salsa.

 

Entretanto, aquecer água e cobrir a massa de arroz com a mesma. Com a ajuda de um garfo ou de pinças, soltar os fios da massa, e deixar que a mesma coza pelo tempo indicado na embalagem.

 

Escorrer a massa, e servir com o camarão, finalizando com um pouco mais de molho de soja.

_MG_0053.JPG

 Bom apetite!

Que bos faga bun purbeito!

 

Música Tradicional Chinesa

Autoria e outros dados (tags, etc)


Camarão spicy com tomate-cereja

por Paula, em 10.04.15

 

IMG_9676.JPG

Ontem, a minha faceta consumista andou perdida pelas cores que dominam a colecção Primavera-Verão 2015 do vestuário de senhora. Vêem-se cores em tons pastel, alegres e suaves, mas também cores mais garridas. Os padrões florais dominam, alegrando as montras e as ruas. Gosto disto. Há uma sensação de alegria no ar. Arrisco-me a dizer que é de mudança. Talvez seja o meu espírito que está inclinado para esse cenário, mas ainda assim, as cores vibrantes e alegres que caracterizam a colecção das várias marcas levam-me a pensar em coisas boas, doces e bonitas.  

 

Acabei por comprar umas calças de ganga na C&A para substituir as que deixaram de me servir e uma t-shirt em tons pastel, com uma mensagem alegre sobre a vida e um corte original. Agora, é só esperar que o bom tempo se faça sentir em pleno para lhe dar bom uso.

IMG_9678.JPG

Ainda embriagada pelas cores das montras, comecei a confeccionar o meu jantar que haveria de ter também cores garridas que fizessem brotar um espírito alegre e convivial. O resultado, diferente do que havia planeado, foi um camarão spicy com o colorido tomate-cereja.

IMG_9686.JPG

 INGREDIENTES

500 g de camarão

1 fio de azeite

3 alhos picados

1 c. de chá de xarope de ácer (ou mel)

1 c. de chá de vinagre balsâmico

100 g de tomate-cereja

1 c. de chá de manjericão seco

Sal q.b.

Pimenta moída na hora q.b.

Piri-piri q.b.

Gengribre fresco, ralado, q.b.

Salsa picada a gosto

 

 

 PREPARAÇÃO

Retirar as cabeças ao camarão e fazer uma golpe no lombo para retirar a tripa.

 

Deitar o azeite e o alho numa sertã e deixar que aquele aromatize. De seguida, adicionar o tomate-cereja inteiro e envolver no azeite. Juntar o xarope de ácer e vinagre balsâmico e deixar cozinhar cerca de um minuto.

 

Adicionar o camarão e temperar com sal, pimenta, o piri-piri, o gengibre e o manjericão. Deixar cozinhar até ficarem rosados e finalizar com salsa picada.

IMG_9682.JPG

Estes camarões tanto podem ser um bom petisco, se acompanhados de pão torrado com manteiga, ou uma refeição, se se juntar a um pouco de arroz ou massa. A escolha é do momento e de cada um.

 

Bom apetite!

Que bos faga bun purbeito!

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Esparguete negro com pesto de nozes

por Paula, em 26.10.12

 

Há um chamamento ou inclinação, não sei bem, para as massas que é deveras reconfortante. Contudo, desta vez, o apelo não veio da massa - esparguete negro - mas, antes, do manjericão. Aquele cheiro fresco trouxe-me à memória o pesto de majericão e pinhões.

 

Por aqui, começam a cair nozes da àrvore, já de grande porte, plantada no quintal. Sem pinhões para o pesto, foram as nozes que tomaram o seu lugar. E, digo-vos, brilharam no seu papel!

 

 

Ingredientes:

65 g de manjericão

1/2 dente de alho levemente esmagado

30 g de miolo de noz partido

Pimenta preta moída q.b.

30 g de queijo parmesão (ou outro a gosto), ralado na hora

7 colheres de sopa de azeite virgem extra

Sal q.b.

 

Preparação:

Separar as folhas de manjericão do caule. Colocá-las no almofariz e esmagá-las com o pilão.

Juntar o miolo de nozes aos poucos, esmagando-o até obter uma pasta.

Juntar a pimenta e o sal, seguidos de um pouco de queijo e, finalmente, um pouco de azeite.

Proceder assim sucessivamente até acabarem os ingredientes.  

 

Em alternativa, pode usar-se a picadora, sendo que, neste caso, se podem juntar todos os ingredientes, exceto o azeite que deverá ser adicionado aos poucos, começando com duas colheres de sopa, seguindo-se uma de cada vez até acabar.

 

Este pesto basta-se a si mesmo e é delicioso. Pode guardar-se num frasco esterilizado, no frigorífico, até duas semanas. Para isso, basta cobrir com um pouco de azeite e fechar o frasco com a tampa.

 

Aqui servi-o com esparguete negro cozinhado em água e sal e finalizado com uma noz de manteiga. Ao esparguete juntei camarão cozido, que, neste caso, pode bem ser dispensado.

 

Mais uma experiência e mais um sorriso - um de cada vez, assim como os dias. :-)

 

Tenham um bom dia!

 

{#emotions_dlg.beja}

Autoria e outros dados (tags, etc)


Sopa fria de pepino

por Paula, em 21.07.11

 

 

Os pepinos têm chegado cá a casa em maior quantidade do que aquela que eu consigo consumir, já que é um legume que eu não aprecio muito nas saladas. Começa, assim, a procura de formas alternativas de os gastar. E descobrimos as sopas, as conservas doces, etc.

 

Mas é de uma sopa que quero aqui deixar testemunho. Uma verdadeira surpresa, apesar de o aspecto não ser muito convidativo. Asseguro, no entanto, que fica uma delícia. E em dias de calor é muito bem vinda.

 

Esta receita consta do "Livro Completo da Alimentação Saudável", editado pela Parragon Books.

 

Ingredientes:

(Serve 4)

 

1 pepino, descascado e cortado aos cubos

400 ml de caldo de peixe caseiro frio - utilizei o caldo de legumes, em gelatina, da Knorr

150 ml de sumo de tomate  - usei a mesma quantidade de tomate em calda

150 ml de iogurte magro natural (sem açúcar)

150 ml de crème fraîche magro (ou o dobro da quantidade de iogurte) - usei iogurte

125 g de camarões descascados, descongelados e cortados aos pedaços

algumas gotas de molho tabasco

1 colher de sopa de hortelã fresca e picada - usei o dobro da quantidade

sal e pimenta branca

cubos de gelo, para servir - não usei

 

Preparação:

 

Coza o camarão e retire a pele. Deixe arrefecer.

 

Derreta o cubo de caldo em 400 ml de água, levando-o ao lume sem deixar ferver. Deixe arrefecer.

 

Deite os cubos de pepino e o tomate numa trituradora até obter um puré.

 

Deite este preparado numa taça. Junte o caldo, os iogurtes e os camarões cortados em pedaços, deixando alguns inteiros para guarnecer, e misture tudo muito bem.

 

Junte o molho tabasco e tempere a gosto. Acrescente a hortelã picada, tape com película aderente e leve ao frigorífico pelo menos duas horas.

 

Coloque a sopa em taças e junte os cubos de gelo (facultativo). Sirva guarnecida com hortelã, rodelas de pepino (não usei) e camarões inteiros.

 

Bom apetite!

{#emotions_dlg.beja}

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor




Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D