Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Das favas salteadas

por Paula, em 25.07.13

Favas-ervilhas-queijo

 

É uma verdade universalmente reconhecida que quem semeia favas as colhe de bom gosto e as degusta com maior prazer. Aquelas, trazem consigo a memória da aprendizagem degustativa, a que acompanha um indivíduo toda a vida, pois raramente se ouve alguém dizer que gosta de tudo. Se o disser, certamente que não fala a verdade. Gostar de favas não é afirmação que se ouça por aí com facilidade. A maior parte, aprendeu a gostar ou a degustar; a reconhecer a inegável textura sedosa das favas peladas que se rendem à envolvência do azeite aromatizado com chalota e alho ou a apreciá-las quando apanhadas em início de época, ainda tenras e suculentas. Com ou sem enchidos. Talvez acompanhadas com cavala de conserva em óleo, porquanto ficam irresistíveis. Mas se se procurar algo diferente, poderão prová-las com ovos benedict, regadas com o famoso molho holandês.

 

 Favas salteadas

 

INGREDIENTES

(Serve 4)

 

400 g de favas sem vagem

1 ramo de salsa (só as folhas) picado

1 chalota finamente picada

1 dente de alho picado

30 g de manteiga

Sal q.b.

1 pitada de pimenta-preta

1 pitada de noz-moscada ralada no momento

Água q.b.

 

PREPARAÇÃO

  1. Num tacho colocar água e deixar levantar fervura (se tiver uma chaleira eléctrica, fica a tarefa facilitada). Juntar as favas e deixar cozer um minuto. Escorrer e passar por água fria corrente (pode designar-se como arrefecer, assustar ou branquear).
  2. Retirar a casca às favas mais graúdas.
  3. Numa frigideira, colocar a manteiga e deixar derreter. Adicionar a chalota e o alho e saltear até ficarem translúcidos.
  4. Juntar as favas e temperar com sal a gosto, pimenta e noz-moscada.
  5. Saltear por mais dois ou três minutos e depois adicionar a salsa. Misturar bem e empratar.

 

As favas cozinhadas desta forma ficam deliciosas e constituem uma alternativa à tradicional forma de as fazer com carne e enchidos. Para além de ficarem saborosas, a textura é muito agradável. Podem servir-se simples ou como referido na introdução deste post.

 

Bom apetite!

Bon appétit!

Jo étvágyat!

Que bos faga bun porbeito!

{#emotions_dlg.default}

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor




Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D