Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Sumo de beterraba e laranja

por Paula, em 08.06.13

 

- São os dias que sorriem, senhor! Veja como as flores agradecem! - dizia Paulina num tom tão meigo que fazia o mais descrente pensar que as flores se deixavam seduzir pela luz do sol radioso que teimava em desaparecer por dias.

 

- Paulina, quase me fazes acreditar que sim, rapariga. Que jeito danado tens tu para convencer os outros. Herdaste essa meiguice da tua mãe, bem sei, mas a ela de pouco lhe valeu, infelizmente... - respondeu Santiago, baixando os olhos e apoiando-se na bengala que trazia apenas para companhia. 

 

Era homem dos seus setenta anos. Via naquela rapariga outra que fizera parte dos seus sonhos de juventude. Bem podia ser sua filha, mas quisera o destino que Alice se embeiçasse por um viajante de pouca palavra que aparecera lá pela terra. Todos os dias, por volta das dez horas, o velho Santiago sentava-se no jardim que rodeava a igreja. Havia anos que o ritual se repetia, fizesse chuva ou sol. Ninguém compreendia e, ao início, ainda se metiam com ele por causa das raparigas. Mas, ao fim de uns meses, a brincadeira cessou, pois já todos percebiam quem o Santiago esperava. Metia dó vê-lo ali, cheio de esperança, à espera do amor que partira num lindo dia Junho atrás de ilusões.

 

- Deixe lá isso, senhor Santiago. Olhe o que lhe trago! Lembrei-me que hoje gostasse de ter companhia. Espero que o sumo seja do seu agrado. Depois, vamos comer uma malga de sopa bem quentinha. Os dias sorriem-nos, senhor Santiago! Os dias sorriem-nos!

O velho respondeu com um gole e um aceno, desejando que assim fosse, e feliz por aquela pequena, que podia ser sua filha, ficar ali a seu lado, sonhando com ele.  

 

 

INGREDIENTES

(Serve 2)

 

 1/2 beterraba cozida e fatiada

1 cenoura cortada às rodelas

1 laranja separada em gomos

1 maçã fatiada

1 c. de sopa de mel

200 ml de água (pode ser Água das Pedras) fresca

 

PREPARAÇÃO

Colocar os frutos no liquificador e adicionar o mel e a água. Mexer muito bem, utilizando a velocidade 1.

Depois de os frutos estarem reduzidos a puré, passar para velocidade 2 para a mistura ganhar uma consitência mais cremosa. Servir imediatemente.

 

 

Também se pode utilizar a beterraba crua, mas o sabor fica mais intenso.

 

Bom apetite!

Bon appétit!

Jo étvágyet!

Que bos faga bun porbeito!

{#emotions_dlg.default}

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor




Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D