Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Bolinhos de açúcar

por Paula, em 30.10.12

 

Momentos doces numa tarde bem passada em torno da cozinha e dos afetos que se querem sinceros e genuínos. É no seio da família que se encontram os ingredientes para trabalhar a massa que somos. Ela é, ainda, o reduto mais desejado ao fim do dia.

 

 

Ingredientes:

200 g de farinha sem fermento

Pitada de sal

2 colheres de chá de fermento em pó

115g de manteiga sem sal, à temperatura ambiente

225g de açúcar granulado fino

1 ovo, ligeiramente batido

1/4 de colher de chá se essência de baunilha

60 g de açúcar mascavado

 

Preparação:

1. Peneirar a farinha, o sal e o fermento em pó. Bater a manteiga até obter uma massa uniforme. Gradualmente, juntar o açúcar à manteiga, batendo sempre até obter um creme esbranquiçado. Adicionar o ovo aos poucos, batendo bem entre cada adição. Juntar a essência de baunilha e misturar.

2. Juntar a farinha ao preparado anterior e mexer bem. Cobrir a massa com película aderente e refrigerar durante 15 minutos, ou até que fique firme.

3. Quando a mistura estiver bem firme, moldar num rolo com cerca de 5 cm de diâmetro. Envolver em em película aderente, torcendo as pontas para selar bem. Colocar novamente a massa no frigorífico durante 10 minutos. Findo este tempo, desembrulhar e passar pelo açúcar mascavado até cobrir, deixando as extremidades intactas. Colocar no frigorífico até que volte a ser necessária.

4. Aquecer o forno até 180.ºC. Barrar dois tabuleiros de ir ao forno com manteiga derretida ou liquida. Cortar rodelas de massa de 4 cm de espaço entre si. Levar ao forno durante 12 a 15 minutos, ou até ficarem douradas, deixando arrefecer sobre uma grade.

 

 

 

A massa pode ser congelada até 4 semanas, moldada em rolo. Para a utilizar, basta cortá-la às rodelas, ainda congelada. Os bolos podem ir ao forno ainda congelados, sendo que o tempo de cozedura será maior.

 

Esta receita foi retirada do livro "Le Cordon Bleu - Receitas Caseiras - Biscoitos". Esta escola é sempre uma grande inspiração para os profissionais, mas, também, para quem é apenas curioso. Trata-se de uma coleção editada por pequenos volumes, a um preço acessível, e que vieram valorizar a "biblioteca culinária" cá de casa.

 

Bom apetite!

Bon appétit!

Jó étvágyat!

Que bos faga bun porbeito!

{#emotions_dlg.beja}

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor




Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D